quinta-feira, 21 de março de 2013

As altas entidades e nós! 1º capítulo

Vestidos a rigor e prontos para a cerimónia.

Orientados pelo Agente Oliveira

fizemos continência às mais altas entidades

Sala da Maria

terça-feira, 19 de março de 2013

Dia do Pai

Na sala da Guta 
e ao som da música,
trocaram-se presentes
e sorrisos,

gargalhadas
e muita,
muita alegria
Obrigada aos Pais por um momento tão simpático.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Mestre João Pina adequa a aula de judo ao nível etário

A aula começa em silêncio tal é a expetativa,

concentrados preparam-se para a saudação.
Saudação feita, dá-se inicio aos exercícios de aquecimento,
as mãos e os pulsos,


o pescoço cuidadosamente para um lado e para o outro, para a frente e para trás e roda.

Exercicio de braços, abdominais, pernas

e músculos dorsais.

Momento teórico de preparação para a aula propriamente dita.

Sala da Ana

quinta-feira, 7 de março de 2013

quarta-feira, 6 de março de 2013

Judo com o Mestre João Pina

Uma espreitadela na aula de judo

A aprender a vestir o kimono

Preparar para a saudação

Saudação

Preparação da queda para trás


O Peixe
A Estrela
Corrida

Momento teórico

Sala da Vanda

terça-feira, 5 de março de 2013

Ainda no Museu dos Coches

O manto da Rainha D. Amélia

Um carrrinho de bebé

 A roupa, os estribos e a manta do pónei de um pequeno príncipe



segunda-feira, 4 de março de 2013

No Museu dos Coches

O nosso trabalho de projeto levou-nos ao Museu dos Coches.
Ficámos a saber que foi a rainha D Amélia que teve a boa ideia de transformar o picadeiro real em museu para poder guardar os coches de que gostava tanto.

Vimos os coches reais construídos em madeira e todos forrados a talha dourada.

Este coche é especial, era um coche para viajar, tem uma mesa ao meio para as pessoas puderem almoçar, desenhar ou fazerem jogos, lá dentro é todo forrado a tecido, veludo, muito bonito!

A Cadeirinha e a Liteira serviam para os passeios mais pequenos, por exemplo nos jardins do palácio. A cadeirinha era levada por dois homens, e as senhoras tinham de entrar de costas para os vestidos caberem e quando tinham penteados muito altos tinha de se abrir o teto para não estragar o penteado.
A Liteira era puxada por dois cavalos e era usada para os passeios um bocadinho maiores.

Este é um carro de passeio, quando estava bom tempo passeavam ao ar livre com umas sombrinhas a tapar a cabeça para se protegerem do sol.
O carro é todo forrado a tecido por dentro e por fora e tem as rodas trabalhadas a talha dourada, devia ser de uma rainha!
Este carro é um Sege, era puxado só por um cavalo, os coches reais podiam ser puxados por quatro ou seis cavalos, e tem uma capota com olheiras assim o cocheiro não se molhava e conseguia ver a estrada.

Salas da Vanda, Ana e Maria

sexta-feira, 1 de março de 2013

Dr. Mário Cordeiro lança um novo livro

Aqui fica um convite para quem gosta de aventuras