quarta-feira, 30 de julho de 2008

"O Nabo Gigante"

A Andreia mostrou o livro e contou a história do "Nabo Gigante".
Num dia de sol, logo pela manhã fomos ao mercado do Arco do Cego comprar legumes para fazermos uma sopa.

A Ana e a Andreia foram connosco para nos ajudarem nas compras,


a escolher os legumes mais frescos e mais saborosos.


Externato Santa Teresinha de Lisieux

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Desenhámos todos juntos

Os desenhos de crianças tão pequenas, como os meninos da sala da Vanda ou da Maria, a um olhar rápido e vago podem parecer desordenados, com riscos e figuras espalhadas por todo o lado.


O papel rapidamente fica emerso em cor e garatujas. Todo o espaço do papel é utilizado sem receio.


São crianças exploradoras e criativas, quando desenham fazem-no com intenção, sabem o que estão a representar, a desenhar.
O que não quer dizer que minutos depois não nos contem um história diferente acerca do mesmo desenho. Um comentário da criança quando nos mostra um desenho pode ser indício de uma atitude, pensamento ou sentimento que quer partilhar.

A criança desenha para se divertir. O desenho é para ela um jogo como qualquer outro e intercala-o com outro tipo de jogos durante o seu dia no colégio.
Ao desenhar, a criança gosta de dedicar os seus desenhos a uma pessoa significativa.

Luquet (1979), in o Desenho Infantil

Vidas de Colégio

sábado, 26 de julho de 2008

Parabéns a todos os Avós

Comemoramos hoje mais um dia dos avós. Para eles um grande beijinho!


Aqui deixamos uma sugestão de leitura, tanto para os Avôs como para as Avós, para partilhar com os netos.

Vejam o que descobrimos ...





Em pleno Dezembro, na Festa de Natal da sala da Ana, a Maria da Viola canta com a sua habitual alegria.

Externato Santa Maria do Mar

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Curiosos e Sem Medos!!!

No País das Escolas
Onde se aprendia com alegria
Todos ouviam falar
Na magia do Santa Teresinha!

Vinham livros de todo o mundo
Contar os seus segredos
Pois dizia-se que estes meninos
Eram curiosos e sem medos!!!

(...)

Os livros são a chave
Para podermos aprender
Recordamos com saudade
Este ano que foi a valer!!!

Externato Santa Teresinha de Lisieux

Dentes

Estão a nascer dois dentes, viva !!!

Estou mesmo crescido!

Já caíram dois dentes, viva !!!

Estou mesmo crescida!

Externato Santa Teresinha de Lisieux

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Com a verdade me enganam...

- O que é que se passa? Estão tão divertidos.
-Estamos a jogar à bola.
- Na sala?
-Sim, mas não vamos partir nada. Quer ver?
- Chuta aí!
-Espera, a bola estava minha, sou eu a chutar.
-Vá Zé chuta, com força!

- Boaaaaaaa!!!

Externato Santa Maria do Mar

1, 2, 3, Acção...

No Colégio de Santa Teresinha

Algo de estranho se passou...

As professoras abriram um livro

E tudo se transformou!

Apareceu o Lobo Mau

de mão dada com o Capuchinho.

Foi fazer um piquenique

Com a avó e um porquinho.



Chegou a Cinderela,

com os seus amigos Ratinhos

transformaram as Irmãs

em dois lindos Cabritinhos

Afinal a Branca de Neve

Não via lá muito bem,

A maçã era um morango

E a Bruxa, só lhe queria bem!

E mais... quanto aos Anões

afinal eram só quatro

e fizeram uns ricos bolos

para comer depois do teatro!

Externato Santa Teresinha de Lisieux

sábado, 19 de julho de 2008

Fado da procura

O Fado da Procura de Ana Moura, foi a música de abertura escolhida para as festas de fim do ano lectivo do Santa Maria do Mar. Numa alusão à cidade de Lisboa.





http://www.youtube.com/watch?v=Djc3151ebcs

É em Lisboa que todos os dias, todos juntos, passamos o ano lectivo repleto de desafios e aventuras.
Aqui fica um passeio cantado pela cidade.

Externato Santa Maria do Mar

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Psicomotricidade

"Os panos são materiais, ora de aconchego afectivo, ora de apelo, quer à sensibilidade corporal
quer ao imaginário.

Os panos poderão motivar as crianças, ora a envolverem-se neles, uma só, duas a duas ou com todo o grupo, ora estendendo-os e erguendo-os no ar, como toldos ou baixando-os ao chão como tapetes ou tendas, ora deslocando-os no espaço, em cuidada coordenação entre todas as crianças ou entre aquelas que quiserem agrupar-se."


in "A Criança ... e a sua Psicomotricidade...

Pedro Onofre, 2004

Externato Santa Maria do Mar

terça-feira, 15 de julho de 2008

Relógio Parado

Relógio do Arco da Rua Augusta
O relógio parou e disse: Acabou-se.
Parei o tempo.
Mas de dentro do relógio
o tempo saltou,
cavalgou, galopou
com dobrado alento
e o relógio ficou
parado
sem tempo.


Versos Miudinhos
de António Torrado

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Foram festas de encantar... de um projecto como "O Livro"... o que fomos inventar!

Sexta feira às 16.30m no dia 4 de Julho, começaram as festas de fim de ano lectivo no Externato Santa Teresinha de Lisieux, os Meninos da Cristina estavam prontos para entrar em cena, a tia Cácá fez o discurso de abertura.

Foi um ano em cheio, com um projecto de encantar
passeámos por diferentes mundos sempre prontos a explorar!
Dançámos com as letras, com a poesia e com o mar.
Ouvimos histórias fantásticas, tão fantásticas....
de tão fantásticas que eram, até eram difíceis de acreditar!

Conhecemos Dali, Picasso, Chagall,
Gaudi,
Bach, Vivaldi e Mozart
e pintámos grande, grande, muito grande, tão grande...
um painel que ficará sempre por acabar.

Fomos parar ao Inferno, mas era Dante a contar...
e o Dali desenhou monstros de aterrorizar.

Fomos ao CCB a um atellier, "Fulgor da Família", entrámos...
na expectativa, a vibrar e claro que estávamos todos prontos a explorar,
O monitor estava espantado, nem queria acreditar, até pensou:
Ah! Que grupo tão fácil, com estes meninos vai ser bom trabalhar!
Mexemos em tudo, canetas, cola, pinceís, papeís, muitos papeís,
eram chávenas, pratos e copos
molduras, livros e chapéus...irresistíveis chapéus!!!
Pusémos e tirámos, rimos até mais não,
tirámos fotografias:
- agora assim, vamos trocar, todas juntas, mais perto?
- mais para cima, mais para baixo, está muito longe?
O entusiasmo foi tal, que o monitor horrorizado
já de cabelos no ar, pôs-nos a todos a dançar...

A culpa não foi nossa disseram-nos para explorar!!!

Em Cascais, corremos, saltámos, rimos e rebolámos,
brincámos todos juntos, os dois colégios divertidos.
Fomos à caça do Leão e cantámos bem alto e a uma só voz:
Fui à caça do Leão, fui à caça do Leão...
caçarei maior, caçarei maior,
não tenho medo, não tenho medo!

Acenderam-se as luzes, a festa começou, atenção, acção...
Externato Santa Teresinha de Lisieux

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Uma forma tão simples de ajudar...

"Olá a todos,

Venho solicitar a vossa ajuda para um novo 'projecto' do IPO. No meu turno de voluntariado tivemos a ideia de desenvolver um projecto com as crianças que nos recorda a importância de reaproveitarmos os materiais a custo zero com uma actividade muito criativa. Vamos fazer esculturas com as cápsulas usadas da Nespresso!

Peço por favor a quem tiver máquinas da nespresso que não deite as cápsulas usadas do café para o lixo, e porquê? podemos utilizar essas cápsulas, limpá-las, desinfectá-las e vamos fazer umas esculturas e umas telas.

A ideia é reciclar as cápsulas dos cafés e fazer telas e esculturas com elas, dependendo claro do número que consigamos arranjar.

Peço-vos que juntem as vossas cápsulas depois de fazer os cafés, pode ser num saco e depois enviem para a Acreditar :

ACREDITAR
A/C Filipa Carvalho
Rua Prof. Lima Basto, 73
1070-210 LISBOA
Telefone: 217 22 11 50
Fax: 217 22 11 51
E-mail:acreditar@acreditar.pt

Não precisam de as limpar porque nós tratamos disso. Tentem não as amolgar, porque depois é mais fácil trabalhá-las nas nossas 'obras de arte'.

Vamos estar a aceitar cápsulas até ao final do ano.

Se conhecerem alguém entre os vossos conhecidos ou vocês mesmos que queiram contribuir com algumas telas (de qualquer tamanho) também poderão trazer.

Juntem as vossas cápsulas, as dos vossos primos, tios, amigos...amigas e tragam-nas.

Obrigada pela vossa ajuda."

Isabel Trindade

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Nós e o Mundo 3

No passado dia 2 de Julho foi a festa da sala de creche. Fizemos uma dramatização de uma adaptação do livro "A Rainha das Cores" de Jutta Bauer.

"Lusitânia, a Rainha das cores está branca e triste por viver sem cor. Um dia decidiu dar a volta ao Mundo em busca das cores.

Chegou ao Japão e chamou pelo azul:
(Lusitânia)- Azul...
...e o azul trouxe-lhe o céu.
Lusitânia ficou feliz e partiu para o outro lado do Mundo. Chegou ao Canadá e chamou pelo vermelho
(Lusitânia)- Vermelho...
...e o vermelho chegou e transformou-se num cavalo..

Cavalgaram juntos até chegarem a Portugal, onde Lusitânia chamou então o
Amarelo:
(Lusitânia)- Amarelo...
... e o amarelo trouxe-lhe o Sol.
E nesse dia quente de Verão dançaram e brincaram juntos!"

" Durante todo o ano procurámos encontrar as cores por toda a parte... nas roupas, nos brinquedos, na comida, nos livros e no movimento!"

Depois da apresentação aos Pais e irmãos, fomos todos lanchar o bolo de maçã e canela que tinhamos feito de nessa manhã!!

Externato Santa Maria do Mar

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Marc Chagall

Marc Chagall nasceu a 7 de Julho de 1887. Faz hoje anos!
Trabalhou com um retratista que lhe ensinou técnicas de pintura e lhe transmitiu o gosto pela arte de pintar. Foi na Academia de Arte de S. Petesburgo que Chagall encontrou a sua vocação e quando terminou o curso partiu rumo a Paris à descoberta do mundo.
Desenhou e pintou acrobatas, palhaços, bailarinas, músicos, namorados, noivos e casamentos...
Nós gostamos das pinturas dele, têm cor, vivacidade e muita magia!

domingo, 6 de julho de 2008

Casamento na Aldeia

Neste passeio cultural por Portugal, descobrimos e aprendemos coisas muito diferentes: História de Portugal, geografia, fauna, flora, gastronomia, hábitos e costumes de diferentes regiões. Tradições e lendas, escultores, músicos e pintores...
Sarah Afonso (1899-1983): Casamento na aldeia; óleo s/tela

Sarah Afonso gostava de pintar cenas que se lembrava da sua infância no Minho. Pintava com cores alegres e vivas procissões e festas, com tanto cuidado e pormenor que não se esquecia das flores, das rendas, dos bordados, da banda da música e dos carros de bois. Lembrámo-nos desta pintura, é tão bonita!

Externato Santa Maria do Mar

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Nós e o Mundo 2

Lenda a Lenda ouvimos falar
De histórias de Portugal,
Curiosidades e dizeres,
Que fazem do nosso país especial!

De pequenos pormenores
Construímos o nosso conhecimento,
Que agora vos vamos mostrar
Com todo o nosso talento.

Conta a Lenda de Barcelos
Que na panela o galo cantou
Ninguém queria acreditar
Mas a verdade triunfou.


De Bragança, o Castelo
Que viu a Princesa a chorar
Por um cavaleiro corajoso
Que não desistiu de amar.

No Porto construíram barcos
Que navegaram por alto mar
Encheram-nos com toda a carne
E por isto, Tripeiros, os podemos chamar.

Conta a Lenda que uma Rainha
Com um grande coração
Certo dia transformou
Em rosas todo o pão.

-Quem quer uma sopinha?

Veio o frade de Almeirim
Para comer um caldinho
Acabou a fazer uma sopa
Com a pedra do Caminho.

Conta a Lenda que em Évora
Geraldo, o sem pavor,
Conquistou a chave da Cidade
Numa noite de trovador.

A alegria está de volta
A Princesa voltou a sorrir
Quando viu neve nos campos
Afinal, eram amendoeiras a florir!

Uma lagoa de duas cores
Chorada por um grande amor
Azuis, eram os olhos da Princesa
Verdes, os olhos do Pastor.

Pérola do Atlântico!
Um paraíso, um jardim
É a Ilha da Madeira
Nunca vimos beleza assim!

Também aprendemos
Que o mundo tem continentes
5, são eles ao todo
Cada um com os seus presentes.

"Nós e o Mundo" cresceu
Ganhou forma, saltou...
Um projecto sem igual
Que a todos encantou!!!

Festa da Sala da Ana

Externato Santa Maria do Mar

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Nós e o Mundo 1

"Um projecto termina sempre com uma Festa!"

Ao fim de um ano de pesquisas e partilhas de conhecimentos, de estudo e muita investigação, preparámos a Festa do Fim do Ano, onde apresentámos aos Pais e Famílias as aprendizagens que fizemos ao longo deste ano lectivo.


Aqui deixamos o primeiro acto da nossa peça. Deliciem-se...

video

Externato Santa Maria do Mar

terça-feira, 1 de julho de 2008

Entrada sobre o sol


"Pois é... mesmo nestes últimos dias, a radiação ultravioleta já atingiu o grau máximo (11).
E os raios ultravioleta, além dos efeitos sobre a pele, causam lesões irreversíveis da retina porque até cerca dos 16 anos, o cristalino não os consegue filtrar.

Vêem-se muitos pais de óculos escuros deixando os filhos desprotegidos. Há até quem ache "piroso" - mas as crianças, que ainda por cima olham para cima ou para superfícies reflectoras (como o chão) mais vezes, são as primeiras a necessitarem de protecção.

Agora que leu e já sabe, não tem desculpas! E não se esqueça que o sol não está só na praia, mas em todo o lado, incluindo as ruas da cidade."

Dr. Mário Cordeiro, Pediatra